Destaques/Notícias

A formação “A respiração do ator” é promovida pela Baal17, no âmbito do projeto CA - Cultura Viva e tem como objetivo a formação regular da equipa da Companhia, sendo igualmente aberta a profissionais de outras estruturas artísticas. No seguimento daqueles que são os objetivos do projeto CA - Cultura Viva, a formação pretende igualmente qualificar o território e os seus agentes (profissionais ou não) das artes, sendo também a eles dirigida esta ação.

Sobre a formação:
Aos ritmos da respiração, das energias gestuais e vocais, iremos onde o sopro ativa o movimento, onde o ato de se mover livremente se manifesta por palavras e por gestos.
A dinâmica pelo sopro, permite-nos encontrar essa ligação vital entre o tempo do ato e o espaço da ação.
Na prática, utilizaremos o nosso corpo em jogo, o seu esqueleto, músculos, tendões e ligamentos, para nos ancorarmos melhor.
A pélvis, o estômago, o peito, o pescoço e a cabeça serão os lugares de onde emana a vida de cada respiração, de cada som vocalizado e de cada gesto.

Sobre o formador:
Michel Raji nasceu em Marrocos e vive em França desde os 12 anos de idade. Bailarino e coreógrafo, formado em técnicas clássicas e contemporâneas, criou em 1985 o seu próprio caminho, a que chama "Coreosofia", a passagem do físico ao metafísico. Michel Raji baseia o seu trabalho na pulsação infinita da respiração. Uma pulsação que se sintoniza no espaço e no tempo da prática, e se harmoniza através dos gestos e da voz, para depois se desdobrar numa dança dinâmica e circular.
“SER OU NÃO SER, EIS UMA BELA QUESTÃO”, Shakespeare no 1.º ciclo de Serpa
 
“Ser ou não ser, eis uma bela questão” é uma atividade da Baal17 junto de todos os alunos do 1.º ciclo do concelho de Serpa. As sessões começaram esta semana e, nesta primeira aproximação à obra de William Shakespeare, os alunos conheceram, os Montéquios e os Capuletos, duas famílias rivais, separadas pelo ódio. Na próxima sessão conhecerão Romeu Montéquio e Julieta Capuleto, os apaixonados que acabam por não conseguir resistir ao ódio que os separa, mas cujo amor perdurará para além da morte. 
Em “Ser ou não ser, eis uma bela questão”, para além da aproximação ao (possivelmente) maior dramaturgo da História, os alunos têm a possibilidade de usar o Teatro como fonte de descoberta, experimentação e desenvolvimento pessoal e uma arena privilegiada para reflectir sobre questões da Humanidade. 
“Ser ou não ser, eis uma bela questão” integra o Projeto Shakespeare, um projeto a dois anos que culminará em 2025 com a criação de um grande espetáculo de Teatro com a Comunidade. A Oficina de Teatro de Serpa é o grupo nuclear do projeto e já ensaia a primeira versão do espetáculo a partir da obra do autor que estreará em Serpa, em novembro de 2024, e do qual daremos novidades entretanto. 

Fotos_Rolando Galhardas/ Baal17 nas Eb1 de Vila Verde de Ficalho e A-do-Pinto
O Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha  foi a primeira paragem da digressão 2024 de "REVOLUTION (título provisório)". 
Sábado, dia 13, tomamos o pulso à democracia em Albergaria-a-velha, no Cineteatro Alba. 

"REVOLUTION (título provisório)" é uma cocriação ASTA - Teatro e Outras Artes, Baal17 - Companhia de Teatro, d'Orfeu Associação Cultural e Teatrão.

Bilhetes à venda nos locais e em dorfeu.pt/revolution

Fotos_ Ana Filipa Flores /d'Orfeu Associação Cultural
E chegou Abril e com ele "REVOLUTION (Título provisório)"

"REVOLUTION (título provisório)" é uma cocriação ASTA - Teatro e Outras Artes (Covilhã), Baal17 (Serpa), d'Orfeu Associação Cultural (Águeda) Teatrão (Coimbra). Após o sucesso da digressão de estreia, em 2023, o espetáculo regressa aos palcos no mês de abril para celebrar os 50 anos do 25 de Abril, tomar o pulso à democracia e questionar o seu futuro. 

6 abril | 21h30
Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha 
13 abril | 21h30
Cineteatro Alba Cineteatro Alba, ALBERGARIA-A-VELHA

21 abril | 17h00
Casa da Criatividade, SÃO JOÃO DA MADEIRA 

27 abril I 21h30
Centro De Ar te De Ovar 

Bilhetes à venda nos locais (e bilheteira online). Toda a informação em dorfeu.pt

🌵 Os ensaios continuam e a tensão aumenta! Falta muito pouco tempo para anunciarmos a grande estreia! Está preparado? ☁️ O famoso frame do filme "O bom, o mau e o vilão" de Sérgio Leone em duelo com a nossa Sombra Deliciosa 👀 "𝖲𝖺𝗇𝗀𝗎𝖾, 𝖲𝗎𝗈𝗋 𝖾 𝖯𝗂𝖼𝗈𝗌" 𝖾́ 𝗎𝗆𝖺 𝖼𝗈𝖼𝗋𝗂𝖺𝖼̧𝖺̃𝗈 𝖾𝗇𝗍𝗋𝖾 𝖺 Alma d'Arame 𝖾 𝖺 𝖡𝖺𝖺𝗅𝟣𝟩 #sanguesuorepicos #cocriação #almadarame #baal17 #municipiomontemoronovo #serpaterraforte #republicaportuguesa #dgartes #descampado

🌵 Está conectado? 🎧 A composição musical do João Bastos, inspirado no universo de Sergio Leone e Ennio Morricone, traz uma ideia mais clara do que podemos esperar deste espetáculo. Ainda estamos em experimentações, mas está garantida uma imersão no universo dos western. Contamos consigo? ☁️ "𝖲𝖺𝗇𝗀𝗎𝖾, 𝖲𝗎𝗈𝗋 𝖾 𝖯𝗂𝖼𝗈𝗌" 𝖾́ 𝗎𝗆𝖺 𝖼𝗈𝖼𝗋𝗂𝖺𝖼̧𝖺̃𝗈 𝖾𝗇𝗍𝗋𝖾 𝖺 Alma d'Arame 𝖾 𝖺 𝖡𝖺𝖺𝗅𝟣𝟩 #sanguesuorepicos #cocriação #almadarame #baal17 #municipiomontemoronovo #serpaterraforte #republicaportuguesa #dgartes #descampado

Domingo,dia 21 de abril, em S. João da Madeira.

“SER OU NÃO SER, EIS UMA BELA QUESTÃO”, Shakespeare no 1.º ciclo de Serpa “Ser ou não ser, eis uma bela questão” é uma atividade da Baal17 junto de todos os alunos do 1.º ciclo do concelho de Serpa. As sessões começaram esta semana e, nesta primeira aproximação à obra de William Shakespeare, os alunos conheceram os Montéquios e os Capuletos, duas famílias rivais, separadas pelo ódio. Na próxima sessão conhecerão Romeu Montéquio e Julieta Capuleto, os apaixonados que acabam por não conseguir resistir ao ódio que os separa, mas cujo amor perdurará para além da morte. Em “Ser ou não ser, eis uma bela questão”, para além da aproximação ao (possivelmente) maior dramaturgo da História, os alunos têm a possibilidade de usar o Teatro como fonte de descoberta, experimentação e desenvolvimento pessoal e uma arena privilegiada para reflectir sobre questões da Humanidade. “Ser ou não ser, eis uma bela questão” integra o Projeto Shakespeare, um projeto a dois anos que culminará em 2025 com a criação de um grande espetáculo de Teatro com a Comunidade. A Oficina de Teatro de Serpa é o grupo nuclear do projeto e já ensaia a primeira versão do espetáculo a partir da obra do autor que estreará em Serpa, em novembro de 2024, e do qual daremos novidades entretanto. Fotos_Rolando Galhardas/ Baal17 nas Eb1 de Vila Verde de Ficalho e A-do-Pinto